segunda-feira, 5 de abril de 2010

Inutilidade pública na Terra do Nunca

Cachaceiros leitores,

O Sorvetinho de Grama vai fazer uma averiguação do ambiente onde fica situada a residência de minha namorada. Coisas bizarras acontecem por lá.

Como vocês podem ver, já publiquei aqui uma "propaganda" muito (digamos) peculiar de um colégio situado nas redondezas.

E agora, passando por uma rua próxima à casa de minha namorada, avisto aquele que seria motivo deste artigo. Uma placa criada pelos próprios moradores, com um aviso de inutilidade pública. Olha isso:

28032010006

Ao entrevistar algumas pessoas que estavam no local, elas disseram que é comum alguns pudins de cachaça caírem na rua e dormirem por ali mesmo.

Não foi flagrado nenhum bebum estendido no chão no momento da reportagem. O que me leva a algumas dúvidas cruéis:

1. As pessoas que colocaram a placa estavam bêbadas.

2. As pessoas que deram a entrevista estavam bêbadas.

3. Eu estava bêbado.

Para sanar estas questões, a equipe de reportagem do Sorvetinho de Grama ficará de plantão no bar em frente à placa polêmica tomando uns negócios aguardando o flagrante.

Estamos de olho.

Fim de papo.

P.S.: Este artigo vai fazer parte da Área 51 "Féras Idiomáticas" do blog pelo "Bebado"sem o devido acento.

4 comentários:

Bruno Cabral (EAJS) disse...

Pois é cara. Desde que eu tinha 5 anos que eu ouço por aí que toda proparoxítona .........

Rafa-El disse...

Toda proparoxítona terminada em P ou B tem que ser pescedida de M.

Bruno Cabral (EAJS) disse...

Não po. É que toda proparoxítona terminada em ditongo, você ignora esse fato e acentua do mesmo jeito.

Rafa-El disse...

Hummm... Vou lembrar disso no Soletranu !

 
Sorvetinho de Grama © 2010 Template feito por Templates para Você
BlogBlogs.Com.Br